FEEAC/RS se organiza para enfrentar os desafios

28/09/2018

Organizar os sindicatos para enfrentar os desafios futuros e a campanha salarial 2019. Esse foi o principal objetivo do encontro realizado no sábado, dia 15 de setembro, pela FEEAC/RS – Federação dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação do RS – com os sindicatos a ela filiados, na Colônia de Férias do SEEAC/RS, em Magistério.

O presidente da entidade, Dirceu de Quadros Saraiva, abriu o evento reforçando a necessidade de união dos sindicatos na situação adversa que os trabalhadores atravessam: “O nosso papel é debater e tirar as melhores propostas para encaminhar ao sindicato patronal, com apoio dos nossos assessores jurídicos”, explicou.

O tesoureiro da FEEAC/RS, Henrique Silva, apresentou a pauta do dia, envolvendo conjuntura política e sindical, os novos serviços da Federação, como homologações e câmara setorial e o relatório de ações da Conascon. Em relação às negociações salariais, foram discutidas a pauta de reivindicações, o calendário de assembleias e a comissão responsável por representar os sindicatos nas negociações. Também entraram na pauta as campanhas de valorização dos sindicatos, de sindicalização premiada e salarial.

dsc-0975-600x400.jpg  dsc-0998-600x398.jpg

Conjuntura Nacional e Sindical

Henrique Silva ampliou a análise do cenário, avaliando que as reformas do governo Temer cumpriram o objetivo de enfraquecer o movimento sindical e acabar com os direitos dos trabalhadores, a começar pela EC 95 que congelou as verbas para saúde e educação, passando pela reforma trabalhista e considerando também a reforma da Previdência, que só não foi aprovada devido à resistência da população. “O resultado do processo eleitoral vai impactar diretamente nas nossas entidades sindicais e na vida dos trabalhadores”, destacou.

Sobre a conjuntura sindical, Henrique observou as mudanças que ocorreram ao longo do tempo, de uma situação estável durante os governos Lula e Dilma, com aumento salarial e direitos garantidos, para a instabilidade vivenciada hoje, com ataques às entidades sindicais, tentativa de fragilização da organização dos  trabalhadores e de desmonte de direitos. “Foi um grande desafio na última campanha salarial e vai continuar sendo este ano. Há muita pressão no trabalho e ameaça de desemprego, isso tem levado ao crescimento de doenças e depressão na categoria”, alertou. Henrique avaliou o sucesso das iniciativas de sustentabilidade das entidades sindicais presentes e disse que apesar das dificuldades, todos estão preparados para os próximos desafios, entre eles o de sindicalização.

Para aumentar o número de associados dos sindicatos, foi criada a campanha de Sindicalização Premiada, apresentada no encontro por Dirceu de Quadros Saraiva. Ele ressaltou o objetivo de fortalecimento das entidades e aproximação com os trabalhadores, contornando o problema da rotatividade.

No tema serviços da FEEAC/RS, Odair Armiliato de Souza, do Iplan, apresentou a modalidade de homologação virtual que já está publicada no site www.feeacrs.com.br. Depois, o assessor jurídico Alex Biton Tapia falou sobre a câmara setorial, que vai buscar a conciliação entre empresas e sindicatos, em casos em que não é necessário ação judicial.

dsc-0045-600x400.jpg dsc-0046-600x400.jpg dsc-1022-600x400.jpg

Representação nacional e macroeconomia

A FEEAC/RS é filiada à CONASCON – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Áreas Verdes, que tem Henrique Silva como Diretor de Organização Sindical. Henrique relatou as ações da entidade, entre elas a ampliação do quadro de associados, inauguração de sede própria, realização de parcerias com organizações nacionais e internacionais, mobilizações, manifestações e protestos de resistência. Henrique mostrou as publicações da entidade, como Panorama do Emprego e a revista Contexto, além de cartilhas. Abordou a relação institucional da Conascon, tanto em âmbito nacional como internacional. A Conascon está realizando uma campanha de valorização dos sindicatos, com o tema “Sem sindicato não há democracia”. A ideia, segundo Henrique, é que os sindicatos da base da FEEAC/RS também adotem a campanha.

Antes de adentrar os temas do processo de renovação das Convenções Coletivas, Candido Teles da Roza, também do Iplan, apresentou o cenário macroeconômico, a partir de gráficos mostrando o crescimento de diversos países, além do aumento da expectativa de vida e consequente envelhecimento da população. Candido afirmou que não há características de uma crise internacional neste momento, pois vigora uma taxa de crescimento médio de 3%. Em seguida, apresentou os gráficos referentes ao Brasil, sendo possível verificar claramente a crise imposta ao país nos últimos dois anos.

dsc-0117-600x400.jpg dsc-0155-600x400.jpg dsc-0043-600x400.jpg

Campanha Salarial

A partir de todos os dados avaliados durante o encontro, a plenária definiu as perspectivas para a campanha salarial, como a pauta de reivindicações, datas das assembleias, estratégia e comissão de negociação.

Para finalizar, foram apresentadas e aprovadas as peças da campanha salarial 2019, que terá como slogan “Unidos no sindicato para garantir direitos”.

dsc-0168-600x400.jpg


Compartilhe